O seu é o mesmo que o meu?

Padrão

Já imaginou a sua vida sem músicas?

É talvez, antigamente fosse um pouco mais fácil, já que não existiam mp3,ipods, até discman… mas agora omg o tempo todo estou escutando música, minha avó talvez não fizesse isso…quer dizer, claro ne, minha vó não andava por ai carregando uma vitrola no ombro!

Não consigo mesmo imaginar minha vida sem música, lavar louça sem ouvir um rock ou músicas dançantes, tomar banho sem ouvir Matanza, andar por ai sozinha, quer dizer, acompanhada de uma bela seleção das minhas músicas preferidas…

Mas sabia que existem pessoas que não conseguem “ouvir” músicas? É, eu também não sabia disso, mas lendo o livro de Oliver Sacks chamado: Alucinações Musicais eu descobri diversas coisas que não fazia a mínima ideia, e uma delas é sobre as pessoas que possuem amusia:

‘ Peretz apresentou-me a D.L, uma mulher inteligente e jovial de 76 anos que nunca “ouviu” música, embora pareça não ter dificuldade para ouvir, reconhecer, recordar e apreciar outros sons e a fala (….) No segundo ou terceiro ano, ela disse, assistiu a uma aula de iniciação musical na qual foram tocada cinco músicas, entre elas a abertura de Guilherme Tell. “Eu não conseguia dizer que música estava sendo tocada” (…) No começo da adolescência, D.L. adquiriu o gosto por canções de guerra (isso foi em meados dos anos 1940). “Eu as reconhecia pela letra”, ela explicou. “Eu me saio bem com qualquer coisa que tiver palavras.” Seu pai voltou a ter esperança e lhe comprou discos de canções de guerra. Mas, como ela recordou, “quando havia uma orquestra tocando ao fundo, isso me enlouquecia, parecia que os sons vinham de todas as direções, um barulho esmagador“. ‘

Imagina ter deficiencia no reconhecimento de melodias e discriminação de tons, que me faça ser incapaz de distinguir os tons?Sério, eu achava que isso era uma coisa sem sentido, talvez pensamos assim por ser um assunto digamos, desconhecido, se eu não soubesse o que é daltonismo eu ficaria abismada em saber que existem pessoas que enxergam os objetos com cores diferentes das que eu vejo, que nunca viram determinada cor…

Ai conforme fui lendo o livro, fiquei pensando… será que o que você vê, ouve, sente é o mesmo que eu vejo,ouço e sinto?
Qual é o, digamos, “certo”? O meu ou o seu? O que eu vejo, essas cores…serão as mesmas que você vê? Como provar que a cor que estou vendo é realmente azul sendo que para você é verde? E o que eu escuto?

E pensar que tudo isso, essas diferenças visuais, auditivas são culpa (praticamente 100%) do cérebro… realmente, nosso cérebro é impressionante, é a “máquina” mais foda que já vi na minha vida, e aposto que você também.

Será que o seu é o mesmo que o meu?

Acho bem difícil que sejamos iguais em todos os sentidos, mas acho que essa diferença toda que ajuda o mundo a funcionar, sério, imagina se fossemos iguais nos sentidos?
Seria uma coisa muito sem sal.

Obs.: Recomendo total a leitura dos livros de Oliver Sacks, esse cara é foda! ‘-‘

Anúncios

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s