Jacaré de chiclete x aranha gigante

Padrão

Eu, meus dois irmãos e minha irmã decidimos fazer uma festa de arromba em casa.

Estava lotada, muita diversão, gente na piscina, churrasco, resolvo ir para o segundo andar na sacada, estou admirando a paisagem, tirei diversas fotos, quando percebo que meu irmão e seu amigo estavam no terreno vazio ao lado.

Perguntei o que estavam fazendo, e apenas riram, quando grito:

– UMA ARANHA ENORME CUIDADO!!

Eles riram, achando que estava brincando, quando olham que realmente havia uma, ficam desesperados, o que faremos?

Logo mascando chiclete tenho uma ideia genial!

-Farei um jacaré de chiclete!

Começo a puxar o chiclete que parecia ser infinito pelo tanto que puxava, e comecei a fazer uma escultura de jacaré gigante (isso me lembro quando fazia esculturas de chiclete), assim assoprava para ele ficar com formato certo e mais realista.

Meus pais chegaram para ajudar pois ouviram a gritaria.

Jogo o jacaré chiclete no terreno e a aranha gigante saiu correndo com medo, ajudamos os dois a subirem.

Então, olho para a rua e vejo que um ENORME URSO ESTÁ TENTANDO ENTRAR NA CASA!

Nisso meu outro irmão sobe a escada com o bebê, eu falo para trancar a porta logo, não entendo mas o urso parece estar atrás exatamente da minha família, poxa mata os convidados e nos deixe em paz, mas ele nos queria!

Então meu irmão nos tranca de um modo que o urso iria nos matar, então ele grita:

– MUA HA HA HA ERA ISSO QUE QUERIA, QUERIA MATAR TODOS!ASSIM SEREI O ÚNICO MEMBRO DA FAMILIA ASSIM PODEREI GOVERNAR O REINO! MUA HA HA

Ai ele pula da sacada e cai morto.

Eu tinha conseguido escapar, nem me preocupei em salvar minha família, pois se eu matasse meu irmão conseguiria que eles vivessem de novo, mas na hora que vi meu irmão se jogando e morrendo não pude conter a risada.

– Você acha que morri? Meu espírito ainda está vivo, e agora sou mais forte.

Então ele entrou no corpo de um gato.

Eu desci, comecei a gritar para que todos os convidados fossem embora, o urso ainda estava la ne.

Começamos a lutar na piscina, só que ai meu irmão se transformava em outros gatos, e jogava os que a gente tinha na piscina, assim eu ficava confusa, minha irmã que estava na beira vendo tudo, começou a gritar:

– VAI NASCER! VAI NASCER!

Dei um golpe em meu irmão, subi e a ajudei, ela vomitou em sua mão, e o seu vômito era um filhote de gato, coloquei o filhote em meu top, sairam mais 3, coloquei-os também la para protegê-los, já que percebi que meu irmão maluco queria eles pois só assim para conquistar o reino.

Não me recordo como, mas matei meu irmão, e minha família ressuscitou.

Do nada fui parar em uma república… que ficava no esgoto, e eu era feiticeira.

As pessoas estavam sendo picadas por uma cobra, e assim ou infectavam as pessoas, ou matavam quem ela queria, ou seja, a cobra fodona comandava os negócios.

Me picaram, assim que senti a picada fui correndo para o meu quarto, do nada sairam duas salamandras do meu pé (local onde fui picada), joguei feitiço nelas par dizer como saia do encanto, e elas disseram:

– Para sair do encanto você deve matar as duas de uma vez, se você me matar e for matar a outra depois ela me deixará viva e assim sucessivamente.

Peguei uma lixa gigante e cortei as duas ao mesmo tempo antes que fosse infectada totalmente.

Comecei a procurar minhas amigas, e salvá-las, a cobra líder descobriu e colocou todos para nos pegar, trancamos a porta, até que o Frankenstein infectado entra, mas ele era um boneco muito burro, usamos a cabeça dele para estourar as barras de ferro da janela para fugirmos, conseguimos.

Fora do esgoto era um enorme parque de diversões, se passássemos da fila, estaríamos a salvo, mas a burra da minha amiga tentou passar com um pacote de pipoca, ai o segurança desconfiou e tivemos que sair correndo.

Como dois eram homens, peguei um… literalmente, ai ele parou de nos seguir, gente eu era feiticeira, e ele era gatinho.

Mas a cobra líder mandou duas seguranças depois, mandei as amigas fugirem, fui com o salem (de certo era um dos filhotinhos da minha irmã, sim era um gato -animal) para o banheiro, que olha, que banheiro zuado, era de cortininha e tals.

Estava tudo armado, quando as seguranças puxaram a cortina eu disse: ESTOU FAZENDO XIXI!

Elas não acreditaram então falei olha o barulho.

Depois sai correndo, e fiz outras duas mulheres entrarem no banheiro com as seguranças, e elas se pegaram.

Fugi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s