Tempestades

Padrão

” Me sinto no meio de uma tempestade, me esquecendo dos dias de sol em que vivia sem me preocupar com o que viria depois. Um turbilhão de coisas está mudando e tudo em volta está uma bagunça .
Vivi sem pensar no amanhã, vivi intensamente cada segundo. Por mais sofrimento que esses momentos me tragam, não consigo me arrepender de nada .
Olho ao redor e tudo parece se aquietar, abro os olhos e consigo ver os relâmpagos bem ao longe, mas nenhum som, apenas um silêncio interminável anunciando que o tempo ruim foi embora. É hora de olhar ao redor e ver o que sobrou, o medo é inevitável e se não tiver sobrado nada? E se a tempestade voltar? E se ela não voltar eu terei forças para seguir em frente?
Não sobrou nada, penso que talvez se eu procurar possa salvar algo, mas penso melhor e prefiro deixar tudo como está.
Olho para frente, vejo o caminho adiante e seguir em frente é o melhor que tenho a fazer.
Algumas marcas ficaram e com o tempo elas ficarão imperceptíveis, também sei que os dias de sol e algumas outras tempestades voltarão, mas me sinto bem mais forte agora porque descobri que o não te mata te fortalece.”

Texto enviado por uma amiga.

Anúncios

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s